Os movimentos feitos pelo tantra e por projetos como o Maithuna Experience são hoje caminhos para a humanidade se conectar e se expandir. Ações simples como sentir o coração do parceiro (a) e respirar conscientemente elevam a sexualidade para que o indivíduo se torne mais amoroso e espontâneo

Parafraseando Carl Gustav Jung, a “energia sexual é a energia criativa que move a vida, nossas vontades e desejos”, e não somente sustenta o apetite carnal, mas também se torna um alimento para a alma quando bem utilizada. Após milênios de repressão, a sociedade começa a perceber que a energia sexual é uma das mais poderosas forças do universo. Controlá-la não é tarefa fácil, uma vez que somos seres espirituais que vivem experiências humanas, mas hoje o entendimento sobre a consciência divina ganha cada vez mais visibilidade e aprender a lidar com esta força para purifica-la e torna-la ferramenta de crescimento espiritual já está mais acessível.

De acordo com a terapeuta tântrica, Deva Geeta, movimentos como o tantra e projetos como o Maithuna Experience podem auxiliar no despertar. “O trabalho que fazemos traz muito mais consciência e amor próprio ao indivíduo. É um caminho aonde tudo vai se descortinar e temos a oportunidade de nos olharmos completamente despidos para acessar a nossa essência. O fluxo gerado por meio das práticas tântricas, com consciência e amor, pode levar a um processo de ascensão do próprio ser. Nesse contato direto com o divino, você reconhece o divino que habita em você e compreende que seu corpo é o seu templo sagrado e nada será divino fora se você não reconhecer o que é divino dentro de ti, a sua alma”, explica.

Para aprender a trabalhar com a energia sexual é preciso ter em mente que o corpo não está isolado do aspecto divino, além disso, é necessário passar a usar o chakra do coração e não apenas o sexual. A partir do momento que isso se torna real, é possível usar esta ferramenta como instrumento de conexão e de cura contra doenças físicas ou psíquicas.

“Quando se acessa o amor próprio e movimenta com intenção a energia sexual baseada no amor e na consciência, você eleva essa energia para expandir a sua supraconsciência…”

O sexo é fonte de troca, de amor e luz. O ato sexual feito com liberdade pode proporcionar mais prazer. Porém, em tempos de amores líquidos, é importante destacar a necessidade de relações conscientes. Se relacionar com alguém significa trocar informações por meio da energia, assim as relações sexuais se conectam por um “fio” energético e isso pode vir a ser um problema quando não há amor ou intimidade. Por outro lado, não se engane ao pensar que o sexo dentro do casamento está livre destas conexões negativas, pelo contrário, já que a energia emitida no momento do orgasmo é muito forte e com ela vem a essência que está no campo áurico do parceiro (a), por isso a necessidade de se preparar espiritualmente para a relação.

Geeta destaca que quando se movimenta a energia sexual com intenção de expandir a consciência para chegar a supraconsciência, o indivíduo entende que é um ser divino. “Quando se acessa o amor próprio e movimenta com intenção a energia sexual baseada no amor e na consciência, você eleva essa energia para expandir a sua supraconsciência fazendo com que você compreenda o quão divina é esta energia. Por isso, existe uma conexão entre estes três itens: energia sexual, amor e ascensão da espiritualidade”, completa.

O também terapeuta tântrico, Ayama Roy, acrescenta que o tantra é um convite para ativar a consciência divina existente dentro do homem. “Depois que se toma consciência de que você é a própria divindade não há nada mais sagrado que você mesmo, pois você é o criador da sua realidade e a partir da consciência divina, tudo que você toca passa a ter uma sacralidade”.

EGO E ALMA

O ego usa o sexo para satisfazer desejos e impulsos. Visa o prazer carnal e a reprodução. Já a alma utiliza a energia sexual quando ama outro ser. O papel do ego é controlar a luxúria e extravasar a energia sexual pelo chakra de raiz, sem elevar a função ao chakra cardíaco, a um propósito divino, como faz nossa alma. Ele é obcecado pela sexualidade mundana e enxerga todos como potenciais parceiros.

A alma busca elevar a energia kundalini e por sua vez proporciona orgasmos mais satisfatórios e plenos. As explosões orgásticas em relações de amor provocam a expansão de energia nos nossos campos energéticos e a energia sexual se funde com a energia mais profunda do amor. Juntas, elas se tornam uma só energia, poderosa, criativa e transformadora, que pode operar a cura e a renovação.

Ayama Roy frisa que o Maithuna é a consciência de que a sexualidade pode se tornar uma experiência sagrada a partir do despertar consciente de que somos deuses e a nossa corporeidade se manifesta a partir dessa divindade que inclui a sexualidade de uma forma espiritual e conectiva, que permite o corpo se desmanchar no encontro com o outro, na união mística aonde as máscaras caem, o ego perde o lugar de influência e da espaço a uma relação, apenas de totalidade e amorosidade, em uma onda de pura vibração que conecta duas pessoas.

“Por todos os caminhos que são possíveis, inclusive da sexualidade, mas percebendo na totalidade de si e do outro a manifestação desse sagrado a partir do prazer, do amor e do coração. O tantra não exclui nada, não pede nenhuma premissa. Ele te aceita como você é e essa conexão não exige uma pré-disposição, você não precisa ser um monge que vai morar em um monastério e depois de anos encontra esse lugar sagrado do maithuna. Ele pode acontecer se o seu coração estiver aberto, disponível e se sua frequência sintonizar com a frequência amorosa quando você estiver olhos nos olhos com alguém que você quer se fundir, mesmo que seja naquele instante, naquele momento”, conclui.

E você, como tem lidado com a sua energia sexual? Fica o convite para a reflexão!

Com amor, Maithuna Experience.

MAITHUNA EXPERIENCE

O Maithuna Experience é um projeto desenvolvido para casais e solteiros, de qualquer gênero, aonde é possível trabalhar o aprimoramento sexual por meio de técnicas tântricas e vivências pessoais dos terapeutas tântricos, Deva Geeta, Ayama Roy e Lídia Madhuri. Em agosto, de 17 a 19, o curso estará em Teresópolis, no Rio de Janeiro. Junte-se a nós nesta aventura recheada de amor e prazer. Para mais informações fale com a terapeuta, Lídia Madhuri no WhatsApp (11) 9.6371-1823 ou envie e-mail para info@maithunaexperience.com.

Siga agora o Maithuna Experience, Deva Geeta, Ayama Roy e Lídia Madhuri nas redes sociais:

@maithunaexperience

@ayama_roy

@lidia.madhuri

@devageeta